terça-feira, janeiro 25, 2011

Abutres Reportagem de Rui Araújo para a TVI

A TVI, está novamente de parabéns por dar o conhecimento do povaréu ignorante, a chocante realidade da bandalheira que grassa neste país, não é a primeira vez que tal facto acontece, o que é ressalvar e dar os parabéns à TVI, por um bom trabalho de jornalismo de investigação.
O jornalista Rui Araújo, homem já experimentado nestas andanças, revela aos portugueses a realidade de um país de corruptos, de gatunos, de vigaristas e de bandalhos, que se ocupam a lapidar os dinheiros públicos sem mais aquela.
Esta extraordinária reportagem é emblemática do estado da Nação, um país podre, velhaco e em que a classe dirigente vive do esburgar descarado aos desgraçados que trabalham e sustentam esta parafernália de sanguessugas.






4 comentários:

istoé soldepoucadura disse...

estamos em portugal meu Sr., o que é realmente importante é a vitoria do Benfica e que o silencio seja rapidamente imposto a essa reportagem. se publica muita coisa destas ainda é alvo de sms's irrelevantes para a PJ.

não deve faltar muito para que um fortuito incêndio (tipo o da camara de lisboa à uns anos) apague alguns documentos de empresas publicas.

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

Em Frente ao Baronato de Tróia
Estão a reformular pela 3ª vez em 10 anos os equipamentos culturais

é necessário estimular a economia
e os concessionários de automóveis

mundu disse...

Agora puseram o Bibi a dizer que esta tudo inocente. Ja ja esta reportagem perde-se na memória dos portugueses! E tudo um jogo de interesses e dissuasão.

Anónimo disse...

Ò mundu, não veja só o que lhe interessa e as TV's da intoxicação. Vá ao "site" do Carlos Cruz e leia pormenorizadamente a outra parte. Há lá muitos nomes que "desapareceram" quando se arranjaram os bodes expiatórios. Só alguns que por lá vi: Narana Coissoró, Portas, Ferro Rodrigues, Jaime Gama, Eurico de Melo,etc.., etc.. Onde estão eles?
Lendo a entrevista ao Bibi, e os comentários do Dr. Pinto da Costa, não ponho as mãos no lume por ninguém, e não sou como o Cavaco... tenho muitas dúvidas, e muitas vezes me engano!