quinta-feira, março 05, 2009

Prenderam o Picoto!

Se algumas dúvidas ainda subsistissem na minha cabeça, acerca do estado miserável deste país, elas dissiparam-se completamente quando li a notícia de que o Picoto, tinha sido condenado a 120 dias de prisão efectiva, por não ter pago um multa de quatrocentos e oitenta Euros depois de ter sido condenado por ofensas a um oficial de polícia, facto ao que parece ocorrido na cidade de Santarém.
E quem é o Picoto, de sua graça José Picoto Ferreira, mais não é que um pobre velhote de 76 anos, insigne lutador pela liberdade, um pobre diabo que subsiste com uma pensão miserável de trezentos e poucos Euros, como muitos dos nossos velhotes, enquanto engordamos com o nosso dinheiro o cu à rataria subsídio dependente, traficante e aos senhores da gravata de seda, o Picoto é um conhecido bebedolas, com uma acentuada queda para o tintol, que quando em estados de delírio alcoólico profere os maiores impropérios contra os poderosos, tudo verdades diga-se de passagem, mas ninguém liga ao Picoto, todos sabemos quem é, a malta ri-se com os seus comentários, quantas vezes nos apetecendo solidarizar com as verdades cruas que denuncia, habita se ainda viver no mesmo sítio um pardieiro junto com a esposa uma senhora imensa, no bairro do Girão, em Santarém, conheço o Picoto e as suas histórias desde os tempos em que frequentava o Liceu Nacional Sá da Bandeira onde fui para concluir o Secundário, já nesse altura o Picoto era propenso à pinga, conhecido simpatizante da causa da foice e do martelo, que num linguarejar desbragado soltava verdades cruas e actualmente provadas e comprovadas pelo bom senso, não pela Lei que não consegue provar porra nenhuma, em relação aos poderosas, à Corja!
Vai daí que algum oficial de Polícia mais melindroso, ele os há assim, muito susceptíveis, na opera chamam-lhes “prima donna”, na Polícia não sei, mas desconfio que deve ser algum epíteto muito pouco agradável, algo a rimar talvez, vai daí que o pobre Picoto se viu condenado por ofender o garboso agente da Lei, a tal Lei e Justiça que é incapaz de fazer condenar as cáfilas de bandalhos que por aí andam, no gamanço, e toda solicita aprende livros em Braga, censura brincadeiras de Carnaval em Torres Vedras e prende o desgraçado do Picoto.
E querem vocês que eu tenha respeito por esta Corja! Isto é tão anedótico que se contado em algum país civilizado fará cair de riso o mais papalvo dos seus habitantes, o ridículo que cobre toda esta maralha, Juízes, Polícias, Tribunais e políticos é a torpe e atroz mácula da indigência intelectual, aliada a um incúria vergonhosa.
Lá fora, assassinos, burlões, vigaristas, escumalha de todas as cores, incluindo os que andam aos tiros em bairros cheios de gente e que agridem Bombeiros, como o caso que se passou em Tomar, riem a bom rir, quem deve temer a Justiça, somos nós os pobres diabos que pagamos a toda essa maralha que vive desse negócio, porque os outros os bandalhos estão protegidos!
Viva o Picoto!

Um abraço, deste vosso amigo
Barão da Tróia

3 comentários:

Abril disse...

Olá amigo
Também vi o vídeo que fizeram com o Picoto,salvo erro nas Caldas da Rainha.Valentes policias que o prenderam,isentos e justiceiros juízes que o condenaram por tão grave crime a 3 meses de prisão.
Pocilga de país que está atafulhada em merda até ao pescoço...para este desgraçado nem termo de identidade e residência houve,prisão para o malandro.
Valente Picoto que deste a entrevista de boina com o Che Guevara lá estampado e que falta cá fazia agora um Che.
Parabéns e VIVAM TODOS OS PICOTOS.

yulunga disse...

Não sabia da vida desse senhor.
Lembrou-me de uma figura que existiu em Cascais e que também bebia e falava pelos cotovelos coisas de politica. Falava também muito da lei marcial, por isso lhe chamavam O Marcial. Na altura eu não tinha a noção das coisas que ele dizia, mas lembro-me de muitos homens que andavam pela rua ou que estavam em cafés e que diziam:
Bêbedo, bêbedo mas este tipo não é nada burro e até diz muitas verdades.

Uma outra figura é uma senhora que deambula pelo Estoril e que por motivos que não sei se passou da cabeça. Segundo dizem tem uma paixão por um frequentador do Casino do Estoril. E ali está ela todas as noites de um lado parao outro em frente ao Casino a "falar" com o seu amado. Nota-se que é uma senhora culta que já foi alguém na vida. E o seu amado na cabeça dela faz-lhe perguntas várias e ela responde: coisas de cultura, coisas de politica e relativamente a esta com uma lucidez e uma sabedoria enorme.
Pois então que vivam todos aqueles a quem a loucura ou o vinho dão uma lucidez fora de série.

Pata Negra disse...

Terra sem Picoto não é terra! País que deixa prender Picoto´, é um país preso nas lavas dos seus vermes.
Um abraço pela liberdade de Picoto