segunda-feira, setembro 22, 2008

Pois... deste espera-se tudo!

A própósito do Ambiente, andou Sua Excelência o senhor Presidente da Republica, a cirandar pelo interior, que ele enquanto ministro ajudou a assassinar, proferiu aquelas frases feitas de circunstância, aquelas bojardas de que é soez vezes orador, falou também dos Parques Naturais, e com o pouco que disse se percebe, porque está o país nesta vergonhosa falta de rumo.
Foi mais uma excelente tirada de Sua Excelência o Senhor Presidente da Republica, essa figura maior do intelecto governativo lusitano, essa força cósmica de sapiência, de grandiloquência e bom-senso. Esse paradigma vivo da arte de governar à Lusitana, insigne herdeiro de nomes cimeiros da governação de Portugal, que conduziram este país ao estado actual em que se encontra.
As infelizes, erradas e demonstradoras da pouca sabedoria que enche o crânio de Sua Excelência, ideias, revelam-se duplamente trágicas, vindas daquela que é a figura cimeira desta anedota a que insistimos em chamar país.
Desde logo percebemos que Sua Excelência o Senhor Presidente da Republica não faz a mínima ideia do que é um Parque Natural, alias diga-se em abono da verdade que os portugueses que sabem o que é um parque natural trabalham em países onde isso existe, onde a natureza é respeitada. (Um abraço Alberto, Skoll).
Por cá os que resistem à avassaladora voracidade construtora, os poucos que fazem frente à sem vergonhice e bandalheira da construção megalómana, insistindo em tentar salvar o que ainda, pouco, resta daquilo queem tempos foi o país com a melhor cobertura natural vegetal e ecossistema, preservados da Europa Ocidental, mesmo apesar das campanhas cretinas, primeiro do pinheiro no século XIX, depois do eucalipto no século XX e agora do campo de golfe. Esses coitados estão condenados!
Porque se o mais alto magistrado da Nação, diz as barbaridades que diz, mal vai o ambiente em Portugal, alias basta um exemplo muito prático, desde que tenho consciência de gente que me lembro de ouvir falar de peixes mortos no Alviela, uma boa trintena de anos passaram é esse continua a ser um mal que massacra aquele curso de água, porquê?
Sua Excelência o Senhor Presidente da Republica, enquanto Primeiro-ministro, foi aquilo que foi, para mim foi o campeão do disparate, com Presidente mantém o rumo, louve-se a sua coerência, dizia-se o mesmo do comandante do Titanic!

Um abraço, deste vosso amigo
Barão da Tróia

3 comentários:

Kruzes Kanhoto disse...

Os Parques Naturais são, sem dúvida, importantes desde que não se transformem em reservas de índios!!

Andesman disse...

Temos o PR que merecemos! conhecêmo-lo durante 10 anos como PM, e elegêmo-lo PR, é natural que ele se sinta encorajado a cometer os seus erros. A mim não me enganou porque conservo a memória em bom estado.

Diabólica disse...

Passei somente para deixar um beijinho!

Saudações diabólicas.