segunda-feira, junho 23, 2008

Maravilhosa Criatura

Segui com relativa atenção a arenga da senhora Ministra da “Educação”, numa entrevista que deu no outro dia a um canal de televisão, depois dos primeiros cinco minutos de “fait divers”, fiquei completamente perplexo, assaltou-me a dúvida; Quem será esta senhora? De que está ela a falar? Refeito do choque, após quinze minutos fui de novo assaltado por várias dúvidas:

Hum, estará esta senhora ébria? Será esta senhora mentalmente sã ou não percebe mesmo nada disto? Estas dúvidas assaltavam-me à medida que a senhora Ministra de “Educação”, ia soltando as mais clamorosas abstrusidades, quem a ouvisse falar e não conhecesse um pouco a realidade, tristíssima, da educação portuguesa.

Quanto mais a senhora falava, mais, ficava eu atónito, assim só ouvindo a senhora falar, parecia que vivíamos num paraíso da educação, parece que atingíramos o nirvana educacional, mostrando ao mundo que somos realmente capazes de fazer algo com préstimo, quanto mais a senhora falava, pior ficava eu, completamente desconcertado com tão grandes e tantas bojardas.

A sorte é que os números todos os dias desmentem a senhora Ministra da “Educação”, não os seus números, mas os números independentes, os dados da OCDE e da Europa, para além das mais empíricas constatações pessoais, ao ouvir a senhora ministra parece-nos viver um terrenal éden, quando na verdade, o que aqui vigora é um Hades terreno, com tudo o que de mau aí possa existir.

Instada a pronunciar-se sobre a falta de segurança nas escolas, a senhora Ministra da “Educação”, como boa politiqueirota de trazer por casa, desvalorizou por completo a questão, o que é curioso, porque se por um lado o Procurador alertou, no parlamento, para uma situação cada vez mais crítica, por outro a senhora Ministra da “Educação” desvalorizou, daí se depreendendo que um dos dois mente ou não tem a mínima noção da realidade.

Esta maravilhosa criatura, demonstrou a quem a quis ouvir que o estado da educação é bem pior do que aquilo que julgamos, entre a barracada imbecil da TLEBS, a estuporada cretinice do Acordo Ortográfico e o absoluto desnorte das escolas, dos agrupamentos e dos professores e alunos, seguimos nós qual inafundável Titanic, direitinhos ao fundo. As políticas educativas, tem sido razoavelmente péssimas nos últimos trinta anos, mas a actual bate claramente aos pontos qualquer outra, mesmo as iniciativas, que aparentemente trazem algo de novo se esgotam em pequenos detalhes operacionais, nos quais ninguém parece pensar quando são concebidas as grandes estratégias pelas luminosas mentes do poder, voltarei a este tema para falar da desresponsabilização estatal sobre a educação e do empurrar das escolas paras os municípios, quando isso se concretizar será a machada final no ensino que sofrerá uma degradação sem limites, porque câmaras a gerir o ensino só pode ser anedota.

Um abraço deste vosso amigo

Barão da Tróia

4 comentários:

RCataluna disse...

Caro Barão, mais um texto certeiro e demolidor como se exige! Esta gente não se enxerga?

Anónimo disse...

Caro Barão,
a Nossa Senhora da Inducação, penso que já todos entenderam , soube há pouco que as provas de Matemática foram mais fáceis, »era de caras as perguntas de escolha múltipla », ela a Nossa Senhora de Lurdes quer mostrar números, cifras , dados , volume gráficos , queijos com percentagens , ou estão esquecidos da contenda com a Associação dos professores de Mátemática que o cavaleiro-mor ou peão de brega , o capuchinho vermelho dispensou do diálogo ?
O procurador diz que há violência nas escolas ela diz que não , será que um era do mrrpp, e ele de uma organização aparentada....
Rezemos pois por Lourdes »que non está de rodriguez»
fique bem !
Ricardo lopes de Melo

Anónimo disse...

Pois.
Como se diria a NOSSA EDUCAÇÃO vai de vento em popa na boca dos POLITICOS.
Afinal o POVO anda enganádo com os ditos que na EDUCAÇÃO de HOJE os PUTOS aprendem ás mil maravilhas a tal BOA EDUCAÇÃO que uma tal SENHORA apregoou aos SETES VENTOS na tal entrevista.
Pois o blá blá blá do costume.
touaqui42

padeiradealjubarrota disse...

São ideias de uma inteligência...rara!