segunda-feira, julho 14, 2008

Os Bons Rapazes

A máfia do subsídio desta vez passou-se da cabeça, desta vez a coisa tomou proporções de batalha campal, porque tiroteios são comuns em bairros onde habitam aquele tipo de selvagens, aí e nas feiras, mas adiante que não quero empolar a coisa, afinal foi um tiroteirozeco sem importância, aquela cáfila nem pontaria têm.

Fartas as vezes que neste blogue, se alertou para a possibilidade de coisas como estas sucederem, as autoridades como de costume desvalorizaram sempre as ocorrências indiciadoras de problemas em crescendo, o arrastão que não existiu, a mini revolta da Cova da Moura, o assassinato dos polícias no Seis de Maio e muitas outras de menor intensidade.

O ridículo disto tudo é que somos nós o Zé, que pagamos aquilo tudo, as armas, as casas, a polícia, e por aí adiante, pagamos tudo e assistimos impávidos e serenos a uma das mais insignes mostras da selvajaria e iniquidade que aquele tipo de alegados seres humanos é capaz, digo alegados seres humanos porque aquilo que eu vi não são seres humanos são animais irracionais, pior são animais irracionais armados.

A PSP, capturou 5 armas, mas ó gloriosa coincidência estavam todas legais, o que significa que não apanharam nenhuma daquelas que vimos na televisão, as 9mm, as shotguns com capacidade para 10 munições, as 7.65mm e por aí adiante, diga-se que aquele fedelho cretino dos skinheadsd foi preso por ter uma shotgun igual, sempre quero ver quantos daqueles selvagens serão engavetados.

O que falha aqui? Falha tudo! Excepto, como sempre e para não variar a excelente actuação da polícia! Falha a política cretina dos guetos, a que pomposamente se chamam bairros sociais, os nossos governantes por esta altura já deveriam ter percebido e aprendido alguma coisa com os vários exemplos, pois parece que não, parece que estas mentes iluminadas, insistem em criar guetos, para depois terem mais locais de crime cheios de sanguessugas subsídio dependentes.

Falha a política social de trinta anos de subsídiocracia, que nada muda excepto fornecer aquela escumalha, mais hipóteses de ter armas e não ter receio de após o tiroteio ir rebentar portas para outro bairro para ocupar as casas, chegando a coisa ao ridículo de esta gentalha ir comprar tendas para acampar à porta da Câmara Municipal local para exigir, note-se bem “exigir” casa novas porque aquelas não servem porque já não querem viver no bairro onde demonstraram a excelência da sua etnia, coisa engraçada isto da etnia, pergunto-me se fossem de outra etnia, se fossem caucasianos, ou índios ou chineses por exemplo, a fazer uso deste género de selvajaria, pergunto-me o que não estaria agora a ser dito por todo o tipo de associações esquerdelhas de defesa deste tipo de animais.

Falha depois toda uma sociedade que tarda em encarar este tipo de ocorrências com seriedade, que falha em tentar integrar este gente, em civilizar esta gente, em explicar-lhes que viver nesta terra significa trabalhar, pagar impostos, colher benefícios e não agir como macacos selvagens, falham em toda a linha os milhares de programas e estudos e demais formas de meter dinheiros públicos ao bolso.

Como é que se resolve, pois esse é um problema partilhado por toda a Europa, em cuja resolução a Europa falha também, falha a sua política de porta aberta, falham redondamente os tratados europeus, que deixam de fora este tipo de etnia maravilhosa que está espalhada numa Europa que só luta pelos direitos humanos lá longe, em casa esconde os casos bicudos debaixo do tapete, sim porque quer se queira quer não, os Ciganos, são um problema que ninguém parece querer dar solução, e ninguém duvide que são um problema.

Mas perdoem-lhes coitadinhos, eles são os bons rapazes, nós os malvados racistas estamos sempre a dizer mal deles e a atentar contra a sua liberdade, roubamos-lhes as coisas, assaltamo-los, damos-lhes tiros, enfim somos uns grandes malvados nós os racistas, que pagamos isto tudo, que trabalhamos e pagamos impostos, que suamos para esticar os trocados no fim do mês, que não temos dinheiro para comprar carrinhas e carros de alta cilindrada, que temos de pagar a juros cada vez mais altos uma casita, sim a nós os racistas nojentos ninguém nos dá nada, só trabalho, cada vez menos e salários de merda, mas como somos uns racistas miseraveis e nojentos só temos o que merecemos, tomassemos nós os edificantes exemplos dos senhores daquela etnia que vimos na televisão à fogachada e talvez a coisa fosse diferente, porque aqueles sim são excelentes exemplos de gente que não é racista, que é civilizada, que trabalha, que é honesta, não são como nós porcos racistas imundos, que nestes blogues merdosos escrevemos coisas más!

Um abraço, deste vosso amigo

Barão da Tróia

2 comentários:

Talk Talk disse...

Essa rapaziada que defende tanto os ciganos nunca viveu perto deles. Há boa gente nos ciganos? Claro que há.
Mas a verdade é que a esmagadora maioria são uns parasitas que nada dão ao país... só recebem.

Abril disse...

Já viste algum destes "artistas" preocupado em pagar o empréstimo da casita ou a renegociar a taxa de juro com algum dos "sorvedores"deste pardieiro,mais conhecidos por Bancos?
E já viram algum a trabalhar nas obras, por exemplo.
Isto não é racismo é o minimo que a merda deste povo pode fazer.Não serem comidos por parvos!!!