sexta-feira, junho 01, 2007

Kárta Aberta aus Bloguéres!

O Barão recebeu esta missiva, de um esforçado aluno dos dias de hoje, ao que apurou o Barão, a mensagem vem escrita com o léxico e ortografia aprovada, com o novo acordo ortográfico que o actual Ministério da Educação irá colocar em prática, no próximo ano lectivo, parabéns senhora Ministra da Educação, a senhora é a mais insigne, esplendorosa, preclara e intelectualmente brilhante pessoa que alguma vez perpassou pelos tristes corredores do Ministério que Vexa. ora tutela, depois de alguém do seu quilate difícil será voltar a conseguir ter nesse Ministério alguém com tão grande coragem e douta sapiência, passemos então à missiva do jovem estudante esforçado.

“People, tásse bem, ya, tudo a bombar. Tou aki a fazer uma sena de ezame, kom peguntas bués seca, taum a ver, mesmo bués, o pograma ñ era népias disso, com pocarias de portugés e coizas deças.

O ezame foi bués fassil, tava lá uma sena k ñ percebi mto bem, mas Kaga niço, axo k paxei. respondi a tudo e até fiz uns dexenhos e tudo, pra esplikar menhor as senas à Setora. acho que estes ezames deviam ser mais bem feitos, tipo com as respostas nas costas da pagina ou assim ké po people ir conferindo se esta acertar ou ñ.

Algumas perguntas eram muita lixadas, com senas de interpretação e tal, com respostas bués komplicadas onde o people tinha de iscrever 3 ou 4 frazes, o que é bues, perdemos bue time a faxer essas respostas, com senas bues antigas, que ja ninguem quer saber, porque ninguem fala assim, mas o people la do Menisterio o que é, tá bue tantan da cuca, a inventar senas dessas pra baralhar, sorte foi k eu fiquei atraz duma dama bues cool que me ajudou a faxer o ezame, ela dizia e eu iscrevia a resposta.

depois é que fikei contente, o people la dos menistros e tal é que tava kom razaum, poque disseram que os erros ñ contavam, eu axu bem porque eu pessoalmente, axu k essas senas dos erros ñ tem nada k contar porke a malta tem poko tempo pa iskrever o k interessa e as senas k o people tem pa dzer, porque tar bues time a iscrever e perder bues time e depois ter de bazar pra enrolar umas brocas e ñ dá tempo pra aula a seguire.

Isto assim e bues mais curtido, porke a malta assim tasse bem porke pecebe o que os cotas dizem, sem stress e senas dessas bues komplikadas, os erros são iguais aos dos cotas dão tamem, bues deles, porke nas mesagens da minha velha ela iscreve sempre “pograma” taum kual e a noia, se os cotas iscrevem açim proke é k aki o people tem de tar com senas e acentes e virgolas, népias e so iscrever e prontos, tasse bem, o k interça e o k o people ker dzer.

Eu sei k sou um aprendis, e a escola tem de ter ezames, mas os cotas tem de ver k o people tem bues ondas hoje, á bues de senas pra faxer, centros comerciais, cinemas, plaistations e senas dexas, a malta ñ tem time pra kurtir as damas e pra tar sempre a dar na escola, poke na escola tem la, matérias k e bues de seca, hestoria e so dos gajus mortos e reis e eças senas, portugés bues xato kom literaturas e poemas e senas xatas, a matemática xiça nem falar diço, k sena mais stressante man, bue stress memo.

Prontos tenhu de bazar, o people vai kurtir uma nigth bue cool pra 24, meter uns kopos, kurtir as damas e sem stress, por ixo iscrevi ista sena pra malta dos blogueres abrir a pestana e ver k isto ta bues difícil pro people que anda na eskola, bues memo, tasse people.”

Agradeço ao aluno que enviou este grito de revolta, que serve para reforçar esse paradigma educacional lançado pelo actual Ministério da Educação, "o que interessa é o que se diz não como se escreve", mais uma vez parabéns senhora Ministra.

Um abraço, deste vosso amigo

Barão da Tróia

21 comentários:

Isabel-F. disse...

palavras para quê???

nem sei o que dizer...


bom fim de semana. bjs

Capitão Merda disse...

A escrever assim, o estudante ainda irá para deputado...

João Moutinho disse...

Barão,
"Bué da fixe, és um jénio."

Bem que o Fernado Pessoa ou o Luís de Camões nunca poderiam ter sido o tal "Grande Português".

Bom fim de semana.

"O Portugal branco, quanto do teu cal não são calinadas dos teus alunos."
- a ver se viro poeta.
Não sei se teve alguma graça.

pechanense disse...

Axo k kuando a noxa xeraxão bazar dexte mundo, ma nguem xaberá excrever!

Esta é a triste realidade!

Um abraço e bom fim-de-semana.

Eric Blair disse...

Vrilhamte.
1 teisto izpantozo.

Blossom disse...

É só mais uma pérola da Lurdinhas...

Mas a verdade é que os joves escrevem e falam assim agora, daí que é de importância capital os professores corrigirem TODOS e quaisquer erros, quer verbalizados quer escritos que dão. No meu tempo, e não é assim há tanto tempo, faziamos ditados para não dar erros, e quem desse mais de 2, levava a bela da reguada na mão...a ver se as pessoas da minha geração dão erros [muitos]...

Bom fim de semana

Bom fim de semana

bluerussian disse...

Mesmo que importe o que se diz... isto dito em voz alta tb não se percebe um chavelho....

Saudações, barão

eu mesma! disse...

oh pá nem sei como conseguiste transcrever isso!
eu ando muito a leste...nunca imaginei que a miudagem escrevesse tão mal!

bom fim de semana!

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Barão:

Respeito muito o meu amigo mas não alinho em demagogia barata e mentirosa.
Esse é o primeiro passo para a descredibilização.

O que o Barão está a dizer, por outras palavras, é que é muito inteligente e que a ministra é estúpida... e isso eu não concordo.

Mais, estou certo de que é muito mais culta do que o meu caro amigo.

Qualquer pessoa razoável compreenderá isso.

Podemos não estar de acordo com esta ou com aquela medida mas há que reflectir os termos da exposição.

Eu, por exemplo, não estou de acordo com essa alteração que querem introduzir (atenção que este é um estudo de uma comissão de professores e gente da cultura independente do ministério da educação) e, no entanto, não me baseio em redacções de um aluno insuficiente, pouco inteligente e que, a escrever desse jeito, acabará a servir á mesa num qualquer bar de esquina.

A minha filha acaba de se formar em Ciências Farmacêuticas com a média final de curso de 16 valores e... escreve melhor do que eu.

Vamos ser razoáveis.
O país precisa de gente competente e trabalhadora e não de má-língua gratuita.

Deste seu amigo,
Um abraço,

Utzi disse...

Realmente, estamos a chegar a um ponto... em já não há palavras.
As tuas disseram tudo.

Beijos

Praia da Claridade disse...

E assim vai a Língua Portuguesa !...
Valha-nos Deus !...
Meu caro Amigo: votos sinceros de um bom fim de semana.
Um Abraço,
Filipe

RCataluna disse...

taixtu du karassas!!!!!

tásse!

SA disse...

genial essa carta... o triste é que a realidade dos jovens de hoje em dia é mesmo essa. enfim..

Professorinha disse...

BALHAMEDEUSSSSSSSSSSSSSSSSS

E ao contrário do que a comunicação social diz e volta dizer, eu até entendo a linguagem da "internet" dos putos... Devem achar que somos burros, não?

Professorinha disse...

Claro que também entendo a linguagem cheia de erros que eles têm... que nada tem a ver com o resto... mas pronto..

GATO ESCALDADO disse...

Está espectacular, parabéns.Com erros ou sem erros, o Ministério da Educação está é interessado em passar tudo de bandeja para assim reduzir a taxa de insucesso escolar por causa das estatísticas.Aliás,qual interesse de saber escrever se este país o que precisa precisa é de "inginhêros"?!!!!

nabisk disse...

Cuidado, nem tanto ao mar e nem tanto á terra.
Há que respeitar as instituições, a nossa maneira de estar pode não ser o ponto de vista mais correcto.

Kalinka disse...

Ainda estou aos soluços pelo facto de ter rido a bandeiras despregadas devido à excelente carta que aqui divulgas.
Abençoado acordo ortográfico!!!

Na descrição que ando a fazer sobre umas mini-férias de 4 dias pelo Alentejo profundo, também vejo prados falando,
a Natureza,
Os moinhos, os ventos e o luar;

Os meus olhos tudo registaram, agora tento passar a quem me lê, através de palavras e de fotografias, mas...o melhor está dentro de mim; porque por mais que vos diga, nunca irei conseguir transmitir o que na realidade senti. São emoções muito fortes e belas.

E quanta gente existe, sem verdadeiros olhos de ver...
Que se desespera a ver se alcança
A Felicidade feita de pequenos nadas...
Assim vou sendo feliz em pequenas parcelas.

Beijitos de carinho.

gato_escaldado disse...

Pivot de Telejornal, um dia! Tem o futuro assegurado. Abraços.

pim disse...

não acho que haja mais gente hoje a escrever mal do que antes, simplesmente no nosso tempo não havia messenger nem sms, que tem dado origem a um certo desvirtuar da língua portuguesa. E quando lemos essas respostas nos blogs ou observamos os miúdos a responder no messenger com as palavras todas abreviadas até arrepia, mas de qualquer forma também não podem ir longe a escrever assim. Primeiro, não acredito que algum deles passe a Português se escrever assim na escola...e depois, porque se insistir a escrever assim, acabará a servir a mesa, como disse aqui alguém. Por isso não acredito que a língua portuguesa acabe na nossa geração, acho que os garotos escreverem assim é tudo uma moda passageira, que obviamente não terá qualquer influência na nossa língua.

abril disse...

Já por duas vezes vejo aqui expressa a opinião de que quem não souber escrever,"acabará por servia á mesa".
Eu a esses chamaria felizardos...porque quantos com cursos ditos superiores,nem para servirem á mesa arranjam emprego?

Já agora o saber escrever melhor ou pior,não é uma faculdade inerente só a Engenheiros Doutores, Formados em Farmácia,etc.Saber escrever como o "dono" do blogue é um privilégio só para alguns...não forçosamente para Drs. Engºs ou Ministros ( da educação ).
António Aleixo era cauteleiro e pastor,Fernando Pessoa era despachante oficial,José Saramago não acabou o curso liceal e começou a trabalhar como serralheiro mecanico.Estes SENHORES não tinham Dr. nem Ehg. antes dos nomes,no entanto tinham uma grande cultura.Superior de certeza absoluta á da SrªMinistra da Educação(?)...

Não podemos confundir cultura com boas notas de fim de cursos.Superiores ou Inferiores.Digo eu.