domingo, fevereiro 04, 2007

Maldito Lagarto

Naqueles tempos, o Profeta precisava de mudar de ares, a coisa andava preta, os filisteus não paravam de o desancar, os milagres prometidos tardavam, aproveitando a deixa de um cartaz de manifestantes que o aconselhava a desopilar para a China, o Profeta se o pensou melhor o fez, ala que se faz tarde, arrumou as maletas, arregimentou uns apóstolos e zarpou.

Dias mais tarde aportou ao Império do Meio, ao Celeste Império, vinha para negociar para dar uma corridinha na cidade proibida, enfim para conviver com a malta e desanuviar a cabeça. Naqueles dias os chineses que tinham mais que fazer do que aturar o Profeta, lá o autorizaram a dar a tal corridita, organizaram uns lancheszecos, lá com uns quaisquer patos e estava o caso arrumado, alias a visita do Profeta era tão importante que o Presidente dos Chineses até tinha, convenientemente partido para uma viagem de negócios a África.

O profeta não desarmava, a sua conhecida fleuma, fazia-o falar e falar, arengava aos chins, como Santo António às fanecas e aos carapaus, como os via rir e coçar na cabeça achou que os chineses gostavam de o ouvir, vai daí, zás, redobrou os esforços e os argumentos a favor do reino Luso, que isto era lindo e tal, que a malta estava em África como em casa e porque torna e porque deixa, os outros riam e acenavam com a cabeça, a proverbial paciência chinesa dava provas de uma indómita capacidade de sacrifício, ouvir um gajo que não se percebe, ainda por cima a dizer bojardas umas atrás das outras era dose.

- Eh…eh…eh, estão no papo estes chins! Declarou o Profeta para o apóstolo Amado, o que tratava das passagens aéreas, ria a bom rir estava satisfeito consigo. – Olha o Amado, aposto contigo que no mês que vem, os mercadores chins vão meter os pés ao caminho, as suas récuas e cáfilas carregadinhas de pechisbeques e fancaria e vão chegar ao nosso reino e fazer negócios da China. Olha, já agora,sabes onde anda o Pinho? – Não esse desde que aterramos aqui que foi abençoar e converter os pecadores!

- Oxalá não meta a pata na poça, como daquela vez da crise. Caramba o que eu tive de pregar para desfazer, aquela bojarda! – Sim eu lembro-me, foi pior que eu não saber dos voos da CIA.

Aquele hora, num templo escuro numa rua escura, numa noite escura o apóstolo Pinho, declarava à tripa forra para quem o queria ouvir.

- Os senhores chins venham para Portugal que a malta de lá, tem os salários mais baixos da Europa, isto sim é uma mais valia.

Entrementes o Profeta dormia o sono dos justos, descansava para bem cedo na fria manhã de Pequim e esticar as pernas e dar uma corridita. Tliiiiiiiiiinnnnnnnnnng, soou o despertador. – Que raio de barulho que esta geringonça faz, tling,! – Claro! – Disse o apóstolo Amado. – Então tu não sabes que os Chineses não sabem dizer os “R” e os despertadores como são “made in China” também não dizem os “R”.

-Olha ó Amado liga aí a televisão no canal do Reino, a ver se dão notícias da nossa grande gesta. Amado ligou a televisão por satélite e alto e bom som ouviram a voz do Pinho a dizer … Os senhores chins venham para Portugal que a malta de lá, tem os salários mais baixos da Europa…

- O profeta saltou da cama e arrepelou os cabelos. – Que grande asno, que camelo, lá deu barraca outra vez, pai porque me abandonas! Num gesto teatral o Profeta arremessava os braços para o céu.

- Desta vez estou arrumado, o meu pai crucifica-me, o Pinho aquele grandessíssimo asno, meteu outra vez a pata na poça, desta vez não há remédio, vai já acordar essa grandessíssima cavalidade e trá-lo aqui.

- Meio ensonado, Pinho lá apareceu aos trambolhões, de barrete de mandarim no cocuruto, visivelmente, incomodado pelo matinal da ora. – Oh minha grande besta, resmungou em tom feérico o Profeta, então vossa excelência sua burridade, não tem vergonha de dizer aquela bojarda?

- Desculpa Zé, mil perdões, ribombavam trovões e coriscos o céu cobria-se de breu, é que, eu fui com o Ming Lin Po, a um restaurante chin e nem queiras saber, tinham lá uma beberagem, de se tirar o chapéu tinha era um lagarto dentro, mas aquilo é bom e depois os copos são tão pequeninos que uma pessoa nem dá conta, maldito lagarto!

Um abraço deste vosso amigo


Barão da Tróia

15 comentários:

Talk Talk disse...

Quando li o título pensei que fosse sobre o Bueno, eheheheh

Um abraço

js disse...

...Sócrates a querer ver Cem empresas portuguesas na China e os cineses a concordarem ao querem ver-se Sem empreasa portuguesas...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt

victor simoes disse...

Obrigado, caro amigo. Registá-mos a sua observação em relação ao fórum Voz do Povo.
Agradeço desde já também as visitas efectuadas, no nosso blogue.


Um abraço

isabel victor disse...

Olá Barão de Troia ! Obrigada pela visita ...

Aparece lá pelo museu no próximo dia 24 de Fevereiro, ás 15-00h, na " Tarde Intercultural Timor ".
Vão participar pessoas da comunidade local, escritores, antropólogos, etc.

Estaremos lá todas e todos, espero ! Assim acontece ... (em homenagem a um célebre programa que eu gostava tanto e que acabou ...)

saudações museais

Andreia do Flautim disse...

Um abraço para ti e boa semana!

Dae-su Oh disse...

O profeta dae diz: Vamos ter mais voos ilegais para da e para China...

Cumps!

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Barão:

Esse tal de Pinho é mesma uma lástima.
Deve ter tirado o curso por correpondência... só pode.
Aquela cabecinha é só areia... muita areia.

Um abraço,

Andesman disse...

Lagarto!!! Lagarto!!! Lagarto!!! Secalhar ainda por cima era verde?? Tudo de bom

eu mesma! disse...

o pior foi que o Profeta não reconheceu publicamente que o Pinho tinha feito merda!

beijnhos e boa semana!

João Moutinho disse...

Os nossos sindicalistas e oposição são extraordinriamente inteligentes e pragmáticos.
Temos baixos salários porque temos mão de obra pouco qualificada comparada com a Alemanha ou Escandinávia.
Como resolver?
Primeiro tratamos de aumentar os salários, desta forma a mão de obra qualificar-se-á automaticamente.
Instalar cem empresas ou sem empresas vem dar ao mesmo.

deep disse...

Imaginação e boa disposição não faltam por aqui... só assim se pode levar a vida neste país. Ai se o Eça e o Ramalho Ortigão por cá andassem... não faltaria assunto para um novo volume de As Farpas!

Bom resto de semana.

rouxinol de Bernardim disse...

Bom fim de semana. É sempre bom aqui vir, aprende-se sempre algo...

Savonarola disse...

O que me fartei de rir com este post! Está d'arromba! Ah! Ah! Ah! Bem mandada, sim, senhor!
Um gand'abraço

vero disse...

Olá, passei p deixar um beijo***

padeiradealjubarrota disse...

É o que eu digo: vieram todos de lá...com os olhos em bico!!