segunda-feira, novembro 06, 2006

Os Deficientes. Esses Malandros!

Ele há gente capaz de tudo, até de ser deficiente para poder escapar aos impostos. Esta parece ser a doutrina do actual Ministério das Finanças, quando no actual Orçamento de Estado se propõe taxar todos os deficientes que ganham mais de 800 Euros mensais. A ser verdade, e a ser concretizado na prática este procedimento é a maior estupidez alguma vez feita, das muitas que são cometidas contras os deficientes em Portugal.
Ser deficiente em Portugal excepto se for de família rica, o que deverá ser uma minoria, é viver num pesadelo constante, isto porque estes sucessivos ingovernos que tem passado pelo panorama nacional, pouco ou nada tem feito para defender os cidadãos deficientes de Portugal, isto e apesar de existir legislação razoável nalguns casos pontuais, o que acaba por acontecer é que ela nunca é cumprida nem tão pouco se fiscaliza e incentiva o seu cumprimento.
Poderíamos usar adjectivos, mais ou menos pejorativos, para classificar os vários governos, os muitos ministros e as suas actuações, tais como ineptos, incompetentes, inúteis, incapazes, impotentes, imbecis, energúmenos, empecilhos, idiotas, emplastros, canhestros, safardanas, galfarros, cretinos, broncos, burros, cavalgaduras, cavalidades, bestas quadradas, parvos, bananas, pelintras, badamecos, palhaços, mentecaptos, fruta do chão, cromos, bandalhos, a lista seria longa e cada adjectivo assentaria como uma luva nesses senhores, porém a educação esmerada que nos foi dada e o respeito que temos pelas instituições da Administração Pública da República Portuguesa, impedem-nos de o fazer, diremos apenas que estes senhores são menos correctos e um pouco distraídos nas conclusões e nas acções que levam a cabo.
A minha raiva é tanta que facilmente cederia ao insulto gratuito, com o defecar à porta da AR e limpar o traseiro à gravata de seda de algum deputado que fosse a passar, mictar em cima do Ministro também não seria de todo despropositado, ou atirar-lhe com bosta de vaca fresquinha, no entanto mais uma vez o decoro e o respeito impedem-me de o fazer.
Decoro e respeito, que esses cavalheiros raramente demonstram por mim enquanto deficiente, para quem julgar que 800 Euros são uma fortuna, deixem-me dizer-vos que uma cadeira de rodas com motorização, facilmente chega aos 5000 Euros e não é nenhum topo gama, uma scotter, triciclo para deficientes custa 2000 a 3000 Euros, uma cadeira de rodas manual pode ir dos 200 aos 1500 Euros, dependendo do tipo de deficiência para que seja necessária, uma simples roda traseira de cadeira de rodas, pode ir de 70 a 90 Euros.
Um programa de Zoom Test para amblíopes custa cerca de 100 Euros os simples até 600 os melhores, um teclado Braille não custa menos de 2500 Euros, podendo chegar aos 10 000, os mesmos preços que podem atingir as impressoras em Braille.
Nem vou falar das próteses para os amputados, mas só para vos dar um exemplo a minha custou 4000 Euros há 15 anos, por isso é fácil fazer a conta ao que é ser deficiente em Portugal, claro que depois existe todo um amplexo de deficiências com particularidades e exigências próprias, apoio especial, internamento, acompanhamento terapêutico, fisioterapias várias, fraldas, medicação, enfim um nunca mais acabar de coisas que para além de não serem comparticipadas, são caríssimas.
Por tudo isto e pela trampa de legislação que temos nesta trampa de país, que enfia na miséria os seus deficientes, eu digo que esta medida é criminosa, demonstra que quem a propõe é uma refutadíssima nulidade, tem menos miolos que uma galinha morta. Quando eu vejo este país a desbaratar rios de dinheiro em habitação social para parasitas sociais, que nada produzem, ou em mirabolantes ajudas a tudo o sítio do mundo, fico capaz de me fazer explodir dentro do parlamento.
Então, os senhores, minhas alimárias, malbaratam fortunas, em trapices imbecis, em projectos de treta, em bairros sociais para escumalha, deixando à míngua pessoas que por serem deficientes são relegadas para último plano, os deficientes são em Portugal a única e verdadeira minoria ostracizada por toda a gente, não conseguem emprego mesmo quando se fartam de lutar por ele, não conseguem reconhecimento, e para pelo menos passearem na rua, ainda tem de lutar contra todo o tipo de barreiras físicas, como escadas e degraus, carros carrinhas e carretas em cima dos passeios, buracos de todas as dimensões, postes e caixotes do lixo, placares de publicidade e todo o tipo de coisas, que a incúria a boçalidade e a estupidez desta trampa de sociedade onde tivemos a infeliz sorte de nascer nos atira para a frente.
Como se tudo isso não bastasse, ainda aparecem estas sanguessugas, governantes para sugar a réstia de alento que nos resta.

Um abraço, deste vosso amigo
Barão da Tróia

49 comentários:

joão ferreira dias disse...

pois, é isso mesmo. abraços e obrigado pelas visitas à Cidadela dos Incultos.

eu mesma! disse...

tens toda a razão!é inqualificável o que estão a fazer.

Olha apesar de me terem ensinado que nunca se deve desejar mal a ninguém, neste caso não consigo. Acho que aqueles senhores que pensaram e aprovaram uma medida destes, em especial o seu mentor devia/m passar a sofrer na pele alguma deficiência

Isabel Magalhães disse...

Caro Barão;

depois de ler este teu post (acabei de instituir o 'TU'... posso?) apetece-me chorar...

chorar de raiva e dor pelo povo deste país, pelo país, por este 'karma' que nos foi legado' - será que é 'karma'? - e por esta INJUSTIÇA e todas as outras que estão a cair sobre os mais vulneráveis.

Fica aqui o meu abraço.
I.

nene disse...

Os deficientes neste país continuam a ser tratados como lixo!
Só de pensar nestas leis, até fico mal disposta. bando de palhaços é o que eles são!
Um beijo e uma boa semana

sónia disse...

Há dias em que realmente odeio este país! Hoje é um deles! Agravou-se depois de ler este post!

chuvamiuda disse...

.....................
a tentativa atabalhoada de realizar receitas
leva o tecnocratas ignorantes e autómatos
a cometer estas atrocidades
já começam a cheiral mal, mesmo muito mal
.....................


Abraço e boa semana

A Sonhadora disse...

Assino por baixo de tudo isso que dizes...completamente solidária com a tua retórica...
Uma boa semana e um abraço da sonhadora

Utzi disse...

Concordo plenamente com tudo o que aqui disseste... infelizmente. Antes estivesses a exagerar, a descrever um pesadelo, uma realidade paralela... mas não, esta é uma verdade cruel, é o governo que temos, é o país que somos... orgulho de ser Português... só mesmo nos jogos da selecção (para quem gosta de futebol, porque para quem não gosta, nem isso resta)...

Enfim, sem mais comentários, porque não há palavras inventadas que possam descrever os meus sentimentos sobre esta questão.

Beijos sinceros

Teresa Durães disse...

deficientes, doentes crónicos, para além do estigma (em alguns casos), noutros falta de protecção por parte do estado nomeadamente em seguro de vida, agora cortes? não acredito. (não sabia)

entretanto os ministros, directores, etc continuam a andar de carro e ter motoristas. Isso não dispensam, claro. mordomias.

Estou verdadeiramente envergonhada.

(sou doente crónica, gasto pelo menos 280 euros/mês medicação e consultas 65euros 3 em 3 meses porque a situação no público está num estado e assim sei que em caso de urgência tenho consulta em menos de 24horas. Quantos em Portugal têm este dinheiro para se manterem?)

Boa tarde

Adryka disse...

Olá amigo, este é um país muito complicado ou é o povo que é complicado. Bjs

Andreia do Flautim disse...

Eles estão a dar no pêlo a toda a gente... Daqui a pouco toda a gente enche-se e da-lhes no pelo a eles!

LUA DE LOBOS disse...

estranhamaente postei no meu blog algo sobre deficientes ao mesmo tempo do teu... não sabia de mais esta barbaridade e subscrevo na totalidade o que escreves!
A minha educação do século passado não me deixa mandá-los públicamente para o c... mas ando a treinar
xi muto apertado
maria de são pedro

Kalinka disse...

Tive uma recaída e, de novo, em casa e de cama...levantei-me só agora, vim até aqui para não me sentir tão só e abandonada. A solidão é terrível nesta fase.
O fim de semana estragou tudo, porque em mim uma recaída era de esperar, mas com a desilusão e mau tempo que apanhei, fui a pique por aí abaixo.
Beijo.

ALEXIA disse...

Vim cá deixar um beijoca e desejar uma boa semana

Talk Talk disse...

É uma afronta!!!
Num país que discrimina quem é diferente (e aqui pais é o estado, não as pessoas) é de facto ridiculo uma situação destas...

Um abraço.

Bia disse...

Depois de ler o teu post, o meu olhar sobre o meu País já não pode ser o mesmo, eu bem tento fazer flores e pintar o mundo de cor de rosa, mas não dá!
beijinho

Mixikó disse...

Acho que já se disse muito aqui...
só queria acrescentar mais isto:

"Às vezes é bom viver em Portugal. Outras vezes até apetece mandar Portugal à merda!!!"
In, Macro
http://macroscopio.blogspot.com/

francis disse...

Eles estão-se borrifando para a tua indignação. Já reparaste como o Sócrates ainda não se lembrou de criar, também, uma sistema de avaliações para os Ministros? Eles consideram-se impunes e vão continuar a esticar a corda até os deixarem... ou então até às vésperas das próximas legislativas, onde o povo estúpido, grato pelo afrouxamento da corda está pronto a eleger os filhos da puta outa vez! Venham estes ou venham os do PSD, a merda é sempre a mesma!
O que me irrita é quano ouço alguém dizer: "stes não prestam, mas não temos alternativas, temos que votar nestes"
Nós (eu incluído) somos um povinho ignorante e merecemos a merda em que vivemos!!!

António Lisboa Gonçalves disse...

Alguém uma vez disse que a evolução de uma Sociedade se mede pelo modo como tratam os idosos, os deficientes, os menos favorecidos, etc. Ora é fácil de ver, que no nosso caso, infelizmente, temos um Estado cada vez mais atrasado,incompetente, irresponsável e a descartar-se das suas funções mais importantes!
Estou farto deles!

Boa semana!

José Alberto Mostardinha disse...

Viva:

Mau caro, apesar de apoiar a generalidade das medidas que o actual governo tem tomado para solucionar o problema nacional que é o déficit público quero aqui manifestar-lhe a minha solideriedade para com esta medida que, francamente, acho uma verdadeira estupidez.
Pelo menos o montante abrangido tem de ser revisto rapidamente coisa que, penso, será o que irá acontecer.

Um abraço,

Klatuu disse...

É nestas coisas que se medem os Estados, os governos, as democracias!
... a que horas parte a carroça para a Colômbia?

Abraço!

Anónimo disse...

Todos os dias este GOVERNO tem uma nova , essa foi uma das mais incriveis.
Lamentável , sem explicação possivel .touaqui

Chanesco disse...

Caro Barão

Quero felicitá-lo duas vezes.
Primeiro pela coragem demonstrada neste relato e segundo pela sua fina ironia que brila como fio de navalha e fére mais que a verdade.

Um abraço raiano e boa semana.

José António disse...

Caro Barão,

Como tenho dito e escrito, pouco falta para este governo - governo!? - pôr os mortos a pagar IRS...

Já nada me surpreende!

Forte Abraço.

ass.: cidadão português, reformado por invalidez, portador de deficiências adquiridas.

de Matos disse...

Pois é amigo, mas olhe que ha gentinha(se calhar ate os nossos governates) por ai que pensa que ser-se deficiente é facil e que se recebe montes de dinheiro de pensao quando na verdade nem 100€ se recebe, quando menores de idade... num país onde pensam que comprar um carro é facilimo e barato, é verdade que dao 1300cts de AI e o IVA nao se paga, mas as adaptaçoes que sao precisas sao pagas por eles, deficientes que nunca custam menos de 5000€... enfim, é o triste fado deste país...

abraço e boa semana

LFM disse...

Tem cuidado com a azia...
Mas de facto aquelas bestas agem de uma forma 'pouco social' para não lhes dar outro nome.

Carlos Afonso disse...

Caro Amigo Barão, creio ke já disses-te tudo!! Só me resta acrescentar ke subscrevo cada palavra deste Post!! É realmente lamentável uma medida dessas e imagino ke kem sofre na pele (seja kual o tipo ou grau de deficiência)só se pode sentir mais indignado ainda!! Só para acrescentar, já tinha elevada consideração e respeito pela tua pessoa apesar de nem te conhecer, mas acabam de subir mais ainda pela forma moderada, ponderada com ke manifestas o teu desagrado, uma vez ke és provavelmente uma das pessoas afectadas com esta e outras medidas absurdas!! Grande Abraço...Carlos.

Savonarola disse...

Caro Barão,
Acabo de ler um dos teus posts mais brilhantes. Confesso que me comoveu. Identifico-me com tudo o que dizes e, se quisesse, ainda acrescentava mais adjectivos a toda esta merda de políticos que nos governa, que todos os que pudesse imaginar seriam poucos.
Há cinco anos tive um acidente de viação que me deixou semi-paraplégico. Desde essa data até agora, nunca desisti de lutar: para ganhar maior mobilidade, para ultrapassar os vergonhosos obstáculos das nossas vias públicas, para me deslocar o mais e o melhor possível para onde fosse viável. Felizmente, posso andar com a ajuda de canadianas, mas, também essas, são caras.
A minha maior luta é para readquirir e lutar por um dos direitos mais básicos do cidadão: o respeito por mim próprio e o respeito da sociedade.
Mas não! Pisam-nos, empurram-nos, olham-nos com uma comiseração miserável. Já cheguei a ter de pedir, vezes sem conta, um lugar em transportes públicos!
Até agora, só consegui dois empregos, temporários e mal pagos. E, agora, estou novamente desempregado.
Recebo do Estado uma pensão mensal de 288 euros. Não tenho uma casa para mim. mas vivo na da minha mãe, uma mulher de 72 anos extraordinária!
O que o Estado faz pelos deficientes é NULO!
Um grande abraço

Carla disse...

que vergonha... pode vir uma pequena notícia que me mete orgulhosa deste nosso país mas depois vem logo uma notícia destas que engole a outra sem dó nem piedade. Será que este país não muda? Tento ter sempre esperança que melhores dias virão... mas esta esperança vai morrendo a cada dia que passa...

uma boa semana!

bj

TMara disse...

são tantos os desmando sobre todos os cidadãos k de alguma forma estão mais vulneráveis k só faltava este grupo....Ou será k aquelas cabecinhas NÃO pensadoras ainda descobrem mais alguém sobre quem possam abusadamente explorar e fazer pagar a crise k aos mais fortes (economicamente) não exigem?
Se descobrires avisa.
Bj.
Luz e paz em teu caminhar e bom resto de semana,malgré tout

125_azul disse...

Irretocável. Beijinhos, semna feliz

pechanense disse...

De facto já não bastavam todas as dificuldades inerentes às deficiências de cada um, para agora vir esta perseguição!

Este governo parece querer passar a ideia que os portugueses são todos uns malandros e culpados da actual situação do país... são os portugueses funcionários públicos, são os portugueses consumidores de electricidade... e agora são os portugueses portadores de deficiência.

Enfim. No fundo eu acho que até somos culpados... culpados por constantemente elegermos estes ineptos, incompetentes, inúteis (...) mentecaptos, fruta do chão, cromos, bandalhos.

Um abraço!

dreams disse...

os ricos sempre serão os ricos e os outros que se governem com o vazio que fica...

obrigada :)

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

deep disse...

Isto será de facto um país? Pelo menos a sério não é.
O teu texto deixa-me a pensar... não consigo deixar de partilhar a tua raiva. Todos os adjectivos que usaste parecem-me adequados a toda aquela escumalha que diz representar-nos.

Apesar de tudo, tem uma boa semana.

folhasdemim disse...

Acho que disseste tudo.
Infelizmente, cada vez mais percebemos que a luz ao fundo do tunel está cada vez mais distante.
Beijinhos,
Betty

Ari disse...

Pois é meu amigo,os ministros estão no parlamebto bem sentados e claro, sempre muito bem pagos.

Querem eles lá saber dos deficientes ou dos mais necessitados, desde que eles tenham uma vidinha sem preocupações, o Zé povinho que se lixe.

Nas proximas eleiçoões eles arranjam mais bandeirinhas e mais chapeus de chuva para oferecer nas feiras e o pessoal fica todo contente.

Dá-se um beijinho, dança-se um vira para aparecer no jornal dos 8 , e pronto fica tudo perdoado.

Um beijinho e boa semana

Jade disse...

Barão, é dos melhores posts que já escreveste, na minha opinião. É uma pouca vergonha o que este governo pretende fazer a passoas que, à partida, já têm um forte handicap. Não percebo essa ideia peregrina de taxar quem ganhe mais de 800 euros/mês. Será que esses senhores que gastam, quiçá, oitocentos euros numa jantarada com amigos, acham que é muito?
Ah, não chames aos governantes fruta do chão porque até é um elogio. A fruta do chão é boa!
Boa semana!

Humberto Neves disse...

O meu amigo Barão no seu melhor! Parabéns pelo post e continuação das melhoras. Logo o raio do virús tinha de atacar na altura do nosso encontro bloguista cá da terra...
Um abraço

Cucagaio disse...

Cobrar, receber, é esta a ordem do dia, não importa de quem, nem porque.

Mariazinha disse...

Muito bem dito!
Tal como tu sinto uma raiva enorme
poiscada vez mais que existem duas classes de portuguêses.
Agora quando se tem que conviver constantemente com "novos ricos" a quem só interessa a ostentação e o compadrio, enquanto as empresas que gerem vão por agua abaixo.Aínda têm a lata de ir para a tv jurarem que são democratas e socialistas.
Que raiva!

Um abraço

Betty Branco Martins disse...

Barão

Grandes VERDADES - que dizes aqui.

Os Portugueses deveriam; erguer-engrossar a voz-encher os pulmões de ar e gritar NÃAAAAAAO!!! não estamos a gostar!

Parabéns pelo post

Beijinhos

RCataluna disse...

Na mouche!!!!

Casemiro dos Plásticos disse...

barão baza fazer uma revolução e por-te no poder este país tá na miséria esse senhor das finanças todos os meses leva para casa 4800 euros liquidos...

Lumife disse...

Como nem sempre há possibilidades de visitar os amigos coloquei hoje um poema dedicado a todos os que considero como tal e a quem desejo tudo de bom.

Um abraço

amigona disse...

Aqui fica a minha solidariedade...

Dad disse...

Tens toda a razão no que dizes!

Este país e infelizmente não será o único, faz destas coisas...

É triste!

Um beijinho para ti,

maresia disse...

Confesso que só li de través mas, resumidamente, se eu tiver um braço a menos e um olho de vidro não posso ser uma excelente profissional e ganhar tanto como os outros excelentes profissionias que têm os braços e os olhos todos??? Só porque uma entidade qualquer pinga uns míseros tostões na minha lista de compras de acessórios indispensáveis? E eu não estou a falar de um braço com relógio Rolex incluído nem de olhos de vidro a condizer com a roupa, é só mesmo do básico, é isso? Vai lá cagar à porta da AR!!

tron disse...

Atrasados mentais daqueles incuráveis são aqueles que vão votar em especial no bloco central ou nos 5 grandes.
Da maneira como isso está a melhor revolta é voto em branco ou abstenção massiva

padeiradealjubarrota disse...

Habitação social oferecida a parasitas sociais, a mim também me dá ganas!