quarta-feira, outubro 11, 2006

Triste e Indignado II.

Quando eu julgava que pior não era possível, erro crasso, ainda não refeito da situação, eis que leio num jornal diário esta brilhante tirada, “Responsável da IGAI diz que é mais "sensato" permitir fugas do que mortes”, quem afirma isto é um cavalheiro que dá pelo nome de Clemente Lima, e é ao que parece o chefe dessa coisa que se chama Inspecção-Geral da Administração Interna (IGAI), para que serve, sinceramente não sei, é mais um daqueles lugares do tachito para entreter os amigos da cor certa.
Quando alguém com a suposta função e inerente importância, deste cavalheiro faz declarações desta natureza, o que devo eu que vivo do roubo dos bens alheios inferir, que tenho a porta aberta. Que posso continuar a fazer todo o tipo de tropelias que acabarei sempre por escapar, ora que excelente exemplo que esta laminária está a dar.
Diz ainda este ilustre e douto senhor, "É preciso nunca nos esquecermos de que estamos a falar de uma criminalidade urbana, com características específicas.” Oh rapaz deves ser o único que ainda não percebeu isso, porque a maltinha que é roubada e mora em centros urbanos, há muito que entendeu o que é esse tipo de criminalidade específica, alias Vexa. e os seus comparsas aí do IGAI e dessas tretas semelhantes, devem andar a dormir, pois a situação degrada-se ano após ano sem que nenhum desses senhores tão sapientes faça nada.
Esta declaração dá claramente a entender que os senhores que mandam não fazem a mínima ideia de como debelar o problema. E como isso acontece? Simples, por pura ignorância e inépcia, porque infelizmente coisas que devem se levadas a sério estão entregues aos amiguinhos de partido que assim durante 4 anos arranjam um tachito porreiro.
Continuou o dito senhor com mais esta pérola, “Mas também admito que exista falta de preparação específica no que toca à utilização das armas de fogo…”E porquê, pergunto eu? Simples, porque o dinheiro do orçamento de Estado ao invés de ser gasto em coisas importantes é gasto em TGV’s e contas de telemóvel e assessores e estudos e todo o tipo de porcarias sem préstimo, este como outros Governos anteriores, é um governo de incompetentes e ineptos, no que concerne à segurança interna e defesa. A lei de utilização de armas é miserável e estúpida, mas eles lá continuam todos contentes e a proferir as mais estapafúrdias absurdidades como as do artigo em que se baseia este post aqui no Barão.
Já com pouco para dizer alias as declarações que prestou no referido artigo são uma anedota pegada, este apóstolo da clemência refere ainda, “"Preocupa-me a falta de cadeias de comando que poderiam evitar mortes desnecessárias.” Esta para mim é uma frase chave, é o mais completo atestado de estupidez passado a quem governa, pois como todos devem saber as cadeias de Comando destas coisas são da responsabilidade dos governos que os nomeiam, logo se não existem a culpa de quem é? Outro problema quanto a mim grave é entregar a IGAI ou outro tipo de instituições similares à chefia de Juízes e rapaziada do género, facto que é facilmente comprovado, pela morte, essa sim de lamentar, de profissionais das polícias que no cumprimento do seu dever foram assassinados, exactamente porque a doutrina que os comanda é permissiva e relativiza o uso da arma coisa que os bandidos não fazem. Ao não colocar profissionais qualificados, com formação policial, gente que sabe aquilo que anda a fazer e como deve ser feito, nestas instituições, preteridos a favor de Juízes e magistrados que como temos visto nem de Leis percebem, quanto mais de polícia, continuaremos a ter isto, este faz de conta que é a Segurança em Portugal.
Termino com uma coisa que me faz confusão no discurso destes senhores, que é a relativização dos roubos, dou-vos um exemplo, eu que sou um pobre diabo contratado a termo que ganho 450 Euro por mês se me roubam 50 Euro isso para mim é um grande roubo, já que significa uns dias mais complicados, para o senhor ministro é de somenos importância pois se lhe limparem 50 do ordenadito ele nem nota, tenho um conselho para todos os senhores que relativizam os roubos praticados sobre outros, que é o seguinte, vão todos para a libidinosa meretriz que vos deu a luz, corja de impotentes ide fazer felácios a cavalos e que um raio de luz celestial vos trespasse o esfíncter anal.

Um abraço, deste vosso amigo
Barão da Tróia

24 comentários:

Anónimo disse...

sem comentários...
um beijo

francis disse...

VÊ ISTO:
http://dn.sapo.pt/2006/10/09/sociedade/crimes_colarinho_branco_ficam_fora_p.html

Savonarola/JB disse...

Ora muito bem denunciado. Então esse senhor é o chefão da Inspecção-Geral da Administração Interna, vulgo IGAI, e diz que há "falta de cadeias de comando que poderiam evitar mortes desnecessárias"? Então ele não é um dos primeiros elos da cadeia, que bem poderia corrigir os outros elos? Desculpas, desculpas, e depois quem apanha tiros são os polícias e o cidadão, não é? Triste...
Um abraço

Andreia do Flautim disse...

Bem, vamos lá ver o que é melhor, morrerem e não chatearem mais ninguém, ou fugirem e depois andarem a fazer mais disturbios??...

Humm, difícil de escolher... lol

Cristina disse...

Um bom dia para ti
:)
beijinhu

musqueteira disse...

...será tudo então,uma questão de característica? há muitas características no roubo urbano...por exemplo: o dito senhor, mais o "Chefi" dele, deveriam andar no elevador da Bica; passearem pelo Chiado; andarem de Metro; irem pelos tornozelitos deles para o tachito que o Largo do Rato lhes favoreceu, e não andarem de carrito do Estado protegidos pelos seguranças do Estado...e passarem a viver ao vivo o estado do Estado das coisas urbanas.quanto ás armas, segundo presenciei na escola da polícia, todos aprendem a manusear seguramente com forças de intervenção esses objectos autoritários de imposição da ordem pública. quanto ao dito cidadão, não passa de um porta voz do seu "Chéfi"!Esse é que na larga por mais uma,o tachito e as azzitas. quanto a isso... é um verdadeiro trem descarrilado in cozinha doméstica.

Anónimo disse...

Meu amigo matástes a minha teoria sobre ladrões e policias com a explicação desse tal SENHOR.
Fico chocádo que alguém como o dito cujo tenha feito um esclarecimento tão oportuno na medida em que digo , feliz dos ladrões que não se preocupam com o bem estar de um cidadão.touaqui

celtiberix disse...

Mea culpa! Mea culpa! Mea maxima culpa!, por só agora descobrir este blog. Já tem um linkzinho lá à sua disposição.
Um abraço, que ainda estou a limpar as lágrimas de tanto rir (com a seriedade dos assuntos).

Jade disse...

Barão, o senhor Clemente faz jus ao seu nome e advoga a clemência.
Nisto tudo também me parece incompreensível a atitude de familiares que acham sempre que os seus nada fizeram. Se a minha filha fosse apanhada a roubar um carro, não era eu que vinha para a televisão dar a cara.
Cumprimentos!

nene disse...

Eles falam assim porque no fundo estão a defender a classe deles, afinal são os maiores ladrões.
Um beijinho:)

João Moutinho disse...

É ´óbvio que os GNR's são uns grandes malandros.
tanto é que aquele deputado cheio de humildade e vontade de servir o Povo que dá pelo nome de Louçã já se manifestou contra este alarmante número de tiros dados pelos GNR's.
A GNR acima de tudo deve estar preocupada com as estatítiscas da Amnistia Internacional e organizações afins. A segurança dos cidadãos é qualquer coisa de terciário.

bluerussian disse...

pior do que não saberem como debelar o problema, é não saberem nem qual nem o tamanho real do problema. Isso é uma vergonha, estes senhores não poem o pé na rua sem seguranças, moram em zonas benzocas e pejadas de polícias cujos ordenados andamos nós todos a pagar - logo, não são sequer roubados, eles, a quem uns 50 euritos a menos não fazem falta nenhuma, é menos um charuto que fumam e menos um copo de champanhe no elefante branco - e faz tanto jeito aos mitras q insistem em assaltar outros pobres como nós....
Abraço, Barão.

TMara disse...

e qnd uma voz fala verdades só nos resta calar, absorver e pensar...para agir.
Descobrir COMO agir.
Bj.
Luz e paz ao teu redor

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Enfim...Sem comentários...
É o caos
Beijocas

de Matos disse...

lool epa so esta parte chega para eles "vão todos para a libidinosa meretriz que vos deu a luz, corja de impotentes ide fazer felácios a cavalos e que um raio de luz celestial vos trespasse o esfíncter anal."... e mai nada

mas agora falando a serio, isso é so uma pontinha do que se passa neste país... estamos mesmo perdidos... vai chegar a altura que o povo se vai juntar e fazer justiça pelas proprias maos.

abraço

-pirata-vermelho- disse...

Barão esta maldição é pior que a da D. Teresa arqui-mãe da nacionalidade quando o filho a pôs a ferros!

Coitados dos rapazitos...

Cucagaio disse...

É certo que por vezes a policia exagera um pouco, mas nas duas situações mais mediáticas e recentes os agentes tem todo o meu apoio. Para que serve a policia, se não pode agir? Querem que eles andem na rua, e quando virem algo ilegal devem gritar "Pára! que é para eu ter tempo de chegar aí." ou então gritar em voz alta "podes roubar, mas amanhã apresenta-te no posto da policia para seres detido!"

tron disse...

Maior ladrão está no palácio de são bento

Filipe Freitas disse...

Gostei de ler este post e é realmente caso para estar triste e indignado...
De todo ele retiro uma frase que diz tudo, ou quase tudo:
"mas eles lá continuam todos contentes e a proferir as mais estapafúrdias absurdidades"...
É isso mesmo...
Gosto de ver o "Barão" na minha Praia da Claridade e agradeço as palavras simpáticas.
Um Abraço.

Adryka disse...

Senhor Barão, é nisto que tornaram o nosso tão querido Portugal á beira mar plantado, são os mediocres que nos governam. Bj

missixty2000 disse...

Que violência verbal, credo! Calma!Eu sou de evitar mortes, caso seja possivel!Mas se tem de morrer alguem que não sejam os polícias que são pagos para nos protegerem a nós e aos bens!Só o proprio saberá se o poderia ter evitado !!ÁS vezes temos de decidir coisas em fracções de segundos e é muito fácil dizer," eu teria feito melhor", quando não se está na pele!olha foi lá um herculano divagar sobre ti e este post ao meu blog...o gajo ou enganou-se ou estava com os copos, eheheh!!
beijos da miss

Isabel Magalhães disse...

Caro Barão;

"NA MOUCHE"!


(maisuma vez gostei muito de ter passado por cá)

um []

js disse...

... tudo isto está explicado ao vermos ...qual é a imagem a que está vulgarmente associada a justiça - Uma mulher com os olhos vendados, uma balaça numa mão e uma espada na outra ... o que é que se pode esperar? ... tudo! menos alguma merda de jeito!...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt

padeiradealjubarrota disse...

É. O crime deve ser imaginação nossa! Mas os policias podem morrer à vontade...e «sem meios»!Quanto à maldição, está criativa!