segunda-feira, julho 31, 2006

O Choque Tecnológico

Selos do carro pra lá, selos do carro pra cá, e mais que torna e que deixa e Internet e coisa e tal, a barafunda costumeira em terras da santa ignorância. No entanto a coisa até estava correr menos mal, eis senão quando, qual coelho tirado da cartola, vejo uma notícia na TV, “…os cidadãos deste país de gente estúpida, não podem requisitar o selo do carro pela Internet, o acto exige a sua presença física nas repartições, para confirmar a alegada, este termo é o delírio vou repetir, a alegada incapacidade…”.
Quedei-me incrédulo e estupefacto. – Esperem lá, então um gajo é deficiente e ainda tem de ir provar que o é por causa da porcaria de um bocado de papel. – Realmente neste país, quando se pensa que se atingiu o cúmulo da estupidez, somos sempre surpreendidos por coisas ainda mais estúpidas, esta caras amigas e amigos é dolorosa, ademais porque conhecendo as dificuldades terríveis pelas quais passam os deficientes em Portugal, fazer isto é crueldade.
Na sua grande maioria as repartições de Finanças, são lugarejos infectos e mal amanhados, que à laia do resto não foram sequer pensados para o fim que desempenham e muito menos para poder albergar deficientes, a repartição da minha terra por exemplo, se lá entrarem, a muito custo por causa de um degrau, 4 cadeiras de rodas, fica cheia fica impossível de circular.
Será que os cérebros de minhoca que pensam nestas coisas, não terão a noção da terra onde vivem, será que esses pomposos cavalheiros que se arrogam o direito de a uns exigir tudo e a outros nada, será que não existe um grama de massa cinzenta sob as farripas casposas empastadas de gel.
Será que este país irá continuar a produzir estas pérolas da estupidez, onde mangas de alpaca engravatados, que auferem lautos ordenados e mordomias, só porque são da cor certa, verbalizam a diarreia que lhes tolda o pequeno cerebelo, em questiúnculas estapafúrdias e aleivosias torpes e despropositadas, que nem Kafka se lembraria.
O que passa pela cabeça desta gente, para além do óbvio fluxo de troçulhos e eflúvios estomacais processados, o que passa pela cabeça destas criaturas, é este o tal choque com que o outro cavalheiro enche a boca nos comíciozecos, se assim é, é um choque de merda.


P.S. - Enquanto esticava as pernas pelos blogues alheios deparei-me com um post baseado numa notícia publicada no Jornal de Notícias, reza mais ou menos assim, ... sua Excelência o Senhor Presidente da Republica, inaugurou uma igreja, na qual o senhor Bispo de Coimbra, D. Albino Cleto, não autorizou a construção de uma rampa para deficientes por esta não ser estéticamente aceitável...
Só tenho um comentário, que um Presidente de uma Republica supostamente laica vá lamber as botas aos eclesiásticos, é mau. Mas que uma criatura que se diz cristã proceda como procedeu o senhor Bispo e que ainda assim chegue a Bispo, não tem qualificação. Um conselho ao senhor Bispo. Caro senhor Bispo, seja útil seja cristão, vá até ao deserto e engula uma granada, com cristãos como vossa Reverendíssima Eminência, já percebemos porque está a Santa Madre Igreja na trampa que está.

Um abraço deste vosso amigo
Barão da Tróia

24 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Pois...
Não há respeito nem paciencia que aguente!
Por essas e por outras é que no Diário temos um pensamento para votação sobre a estupidez!!!! aparece lé e vota.
beijos e boa semana

Rosario Andrade disse...

Bom dia Barao!
... pois, como sempre, nunca sei se estas coisas em portugal sao uma comédia ou uma tragédia... rir ou chorar? rir para nao chorar?...
Bjico

totoia disse...

Infelizmente até nas coisas mais simples, ninguém pensa nesses pormenores. Já pensou por exemplo como as pessoas em cadeiras de rodas fazem para levantar dinheiro?

Vivemos num país onde cada qual olha para o seu umbigo.

sem-comentarios disse...

É o país em que vivemos e não mudará nunca !

Bjs

polittikus disse...

Não me fales do selo do carro. Já paguei, tenho o comprovativo é um facto, mas selo nem vê-lo...

Aryana disse...

Infelizmente as pessoas com poucas capacidades motoras ou mentais são sempre postas de parte nesta sociedade, por isso que eu pouco valor dou a pessoas como o sr.bispo! Raramente se faz alguma coisa para alterar isto...

A floribela é que está a dar e o povo gosta é de entreterimento e do espectáculo do Castelo Branco

Rosita disse...

O país tá cada vez pior! Como querem que sejamos ás direitas se eles são os primeiros a dar os maus exemplos.

bjs

Karl Macx disse...

A questão que se coloca é: se os deficientes têm de provar que são deficientes, os deficientes que se lembraram disso acabaram de provar que o são. Então, para quê mais provas?

Boa semana

www.vidairritante.blogspot.com

Anónimo disse...

Cabecinhas pensadoras não são, estou a ver as ambulancias a levar os tais ditos deficientes para adquirir o selo para uma viatura, realmente não á pachorra para tanto, querem mostrar serviço ou assinam de cruz.
Lamentável um Sr.BISPO que se diz católico proceder da maneira como procedeu, numa palavra, não necessita que os deficientes entrem na igreja, lamentável essa atitude que discriminástes, LOUVÀDO SEJA DEUS lá dizia o velho heródes e quem não mia não é gente.touaqui

blugaridades disse...

Gosto de te ler. Vai escrevendo. Qualquer dia és ouvido mas se o não fores não ficas com a mágoa de não ter barafustado. beijos

BB disse...

:)

Viva a indignação...

xicoxperto disse...

O que é que se pode esperar de um governo que "decreta" a compra do dito selo através da internet, num país onde a velhice quase suplanta o analfabetismo e comprar computador é para uma minoria?
E onde está a eficiência do "simplex", ou como raio se chama essa coisa inventada pelo sócrates, se a compra do selo num quiosque é feita com uma operação de compra e venda e através da net são precisas três ou quatro operações, com o inconveniente do selo chegar via registo CTT, o que implica que quem estiver a trabalhar quando o carteiro chegar, tem de se deslocar aos correios para levantar o registo (cabecinhas pensadoras).
Já quanto ao Bispo só digo: espantem-se com os ayatolas que negam o holocausto, que isto por cá vai melhor. Era levantar a "saia" a esse estupor e dar-lhe uma dúzia de chibatadas ehe ehe ehe!

js disse...

...mais uma daquelas vezes em que os que se dizem ser o suporte dos desfavorecidos ... nada fazem pelo seu bem... é comum nos meios eclesiasticos ...dizem uma coisa mas praticam o inverso...
FORÇ'AÍ!
js de http://politicatsf.blogs.sapo.pt

Mar e Serra disse...

Em Portugal realmente os deficientes tem que ter sempre que os ajudem a ultrapassara barreira que encontram por todo o lado.

Um beijinho

bluerussian disse...

Como será que se sentem estas pessoas deficientes, nestas alturas em que chegam à conclusão que são governadas por hortaliças fora de prazo que não têm o mínimo de raciocínio, quanto mais consciência social? Vergonhoso.
Como católica, é para mim uma VERGONHA GRITANTE o que este bispo, que ainda por cima infelizmente manda na diocese onde moro, teve a lata de dizer e fazer.É por isso que se perdem fiéis e com toda a razão.
Saudações, Barão.

Carlos Afonso disse...

Pois é... Amigo Barão, "choke" apanhamos nós kuando vemos barbaridades tais!! Infelizmente num cantinho á Beira-Mar plantado ainda acontecem coisas assim, graças ás mentes brilhantes de alguns energúmenos!! Abraço...Carlos.

Eric Blair disse...

Pá, que mau feitio, até se compreende a posição de sua reverência: é que as igrejas são para deficientes mentais e não físicos.

an ordinary girl disse...

Concordo contigo: o tal bispo o tal presidente o tal que mandou os "deficientes" às repartições de finanças, são, coitados, os verdadeiros deficientes!!

Um beijo, para ti.

Carla disse...

realmente já nada me surpreende. Estamos em Portugal meus senhores!! Sejam Benvindos! ... que tristeza...

boa semana!***

Lumife disse...

De facto estou como diz o comentário da Carla : Em Portugal já nada surpreende. Os governantes sempre que fazem uma lei mais complicam a vida dos cidadãos. A Igreja Católica cada vez deseja afastar mais os seus seguidores com todas as decisões retrógadas que toma.
E assim lá vamos cantando e rindo...

Um abraço

Andreia do Flautim disse...

Essa historia dos selos também anda bonita...

O meu que mandei vir pela net há montes de tempo ainda não chegou.

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Pela negativa, achei a noticia do PS: muito ma, mesmo! nada de cristao ai... credo!

sobre outros afazeres: ainda bem que nao tenho carro e AINDA nao moro em Portugal!

Beijokas!

Pitucha disse...

Eu fico estarrecida com as coisas que leio aqui e que se passam no meu país! Então a história da igreja é de bradar aos céus (propriamente falando).
Tá tudo doido...
Beijos

Anónimo disse...

Òh diacho a paciencia tem limites, um novo estudo sobre o novo aeroporto diz que vai custar mais olhos da cara,mais mais mais, mas onde vamos parar com gajos que só pensam gastar gastar gastar.touaqui