terça-feira, julho 11, 2006

Ahhhhhhhhhh! De Espanto!

Vem este comentário a propósito de uma recente notícia, que nos relata a intenção do Ministério da Educação, de processar criminalmente os pais de um aluno que agrediu uma professora numa escola de Lisboa.
Estou espantado, no ME, devem estar todos possuídos, ou então trata-se de um caso de ensandecimento colectivo, uma espécie de alienação geral, do tipo MiB, olhem prá luzinha e trucla, esquecem tudo.
Estou espantado, em primeiro, porque é a primeira vez que vejo o Ministério proceder desta maneira, logo desconfio das intenções por detrás desta atitude, com tanto prof. a levar a corneta enxertada, lembraram-se agora desta situação, porquê? Foi demasiado mediática e como dizia o excelente Palma, “ …é preciso fazer alguma coisa para que tudo fique na mesma.”Será que a professora em causa é filha ou sobrinha, ou esposa de alguém importante? Fico na dúvida, que ainda não consegui esclarecer, porquê esta repentina vontade de fazer justiça, porquê este acesso de cólera justiceira e de indignação ministerial, estará a Sra. Ministra atentar esconder o Sol com a peneira, estou perplexo e aturdido com tamanho imbróglio misterioso.
Estou espantado, em segundo, porque os agressores são duma etnia diferente, dedicam-se à pulharia em geral, fuga aos impostos, assassinatos, roubos e demais atropelos a tudo o que são regras de civilidade, há 30 anos que recebem rios de dinheiro para serem civilizados e integrados na sociedade, mas aparentemente, não querem ou não os deixam ou eles não querem mesmo o que é facto é que fico espantado com o Ministério da Educação estar a processar os Ciganos, o que é uma coisa impensável em Portugal.
Estou pois espantado, será que o Ministério resolveu por cobro ao regabofe? Será?

Um abraço, deste vosso amigo
Barão da Tróia

13 comentários:

Isabel-F. disse...

Oi Barão...

Realmente tens razão... não tinha visto a situação pelo prisma que apontas ....
certamente a prof. é alguém com as "costas largas" ...

obrigada pela tua visita lá ao meu sítio e palavras deixadas ... volta sempre ... a porta está aberta e a casa é tua tb.

Bjs

Professorinha disse...

mmmmm realmente é de estranahar tanta preocupação... Fico à espera de alguma novidade menos agradável... do ME não se pode esperar coisa boa

Ana Luar disse...

Meu querido mas acreditas que essa professora seja uma pobre mortal como nós????? naaaaaaaaaaaa deve ser sobrinha ou afilhada do Belmiro de Azevedo... só pode!

Tb quem nos manda nascer pobres?

rsrsrs

Beijo____________________________TE

Tribunal_Beatas disse...

Olá Barão
Realmente é muito estanho na medida em que não é a primeira vez que se vê e ouve na Comunicação social casos de professores que são agredidos por "meninos que não fazem nada". No entanto, acho muito bem que se faça o que o M.E. está a dizer. Pena se for um caso isolado, e mais pena ainda se as tuas suposições se verifiquem e a senhora seja mesmo familiar de um tipo qualquer importante.Isso seria imperdoável.
Obrigada pela tua visita lá pelo Tribunal.Infelizmente a vida universitária não me tem dado muito tempo para me dedicar à escrita, mas agora com as férias espero ter mais um bocadinho para fazer isso.
Beijinhos :)

sem-comentarios disse...

Seja ou não, alguém com as "costas largas", poderá ser um exemplo para futuros casos do genero.
Por algum lado tem que se começar...

Que se faça justiça !

bj* :)

Andreia do Flautim disse...

Hummm... Bem, realmente é engraçado...

Uma colega de uma amiga minha, professora primária foi agredida por um pai de um aluno por este ter chumbado, e nem por isso aconteceu tal coisa...

Carla disse...

Não tive conhecimento desta notícia, isto também se deve ao facto de agora ver menos o telejornal. Em todas aquelas notícias do mundial, mundial, mundial, Portugal, mundial não há nenhuma notícia que nos alegre!
Como já disseram nos comentários, esta não deve ser uma "simples professora" mas mesmo assim espero que se justiça. Que toda a euforia à volta da selecção nacional sirva de incentivo para que se faça alguma coisa pelo nosso país que eu tanto gosto mas que cai dia apoós dia na ruína...

obrigada pela visita ao meu blog, volta sempre*

jinhos***

Rute disse...

É na verdade uma situação algo "estranha". Vamos aguardar pelo desenrolar dos acontecimentos...

Até À próxima.

Casemiro dos Plásticos disse...

isto quando se tem as costas largas...

Rosmaninho disse...

Bom Dia Barão!

Isto, parece-me, é mais para dar "Uma no cravo, outra na ferradura" ou para continuar a "Tapar o sol com uma peneira"...

A ver vamos!

Rosario Andrade disse...

Bom dia Barao!
... mal comecei a ler pensei logo na tua primeria conclusao... de facto a senhora deve ser "alguém" porque todos os dias os professores levam na trombeta e comem e calam, senao ainda levam com uma accao disciplinar nas nodoas negras...ou pior.
Lamento muito que os profissionais que preparam as geracoes futuras e consequentemente o futuro do pais, tenham de trabalhar nestas condicoes vergonhosas!
Bjico grannde!

Tia Cremilde disse...

estás tu espantado e estou eu! então não foi a querida da ministra que disse no início do ano que a violencia na escola era "pontual" e não significativa?? será que ela agora já pensa de maneira diferente e quer dar o exemplo??

acho que tens razão... ou a srª professora é afilhada de algum secretário de estado, ou anda tudo possuído!

Anónimo disse...

Estás-me cá a parecer que o assunto vai cair numa daquelas faz que faz e nunca tem resposta , não estou a ver os ditos cujos a irem a tribunal , etnias diferentes dizem , o assunto vai cair no esquecimento e a professora ainda vai ter que pedir desculpa , afinal a Ministra manda repetir exames e vai-se chatiar com um assunto que não lhe diz respeito , para isso tem lá um montão de assessores para o fazer e quando o sol aperta dá-se-lhe banho para refrescar.touaqui